dstq_0306a

Nossa Senhora Desatadora dos Nós é apenas um entre os 2.000 títulos de Maria.

Ela nasceu na Alemanha, em 1700, como Maria Knotenlöserin (do alemão knot, “nó”, e löser, “desatar”). Na época, o presbítero da capela de St. Peter Am Perlach, na cidade de Augsburg, encomendou ao pintor Johann Schmittdner um quadro de Nossa Senhora. Para compor o painel foi buscar inspiração nos dizeres de Santo Irineu, Bispo de Lyon, no Século III: “Eva atou o nó da desgraça para o gênero humano; Maria por sua obediência o desatou”.

Maria é representada como a Imaculada Conceição e encontra-se entre o céu e a terra. O Espírito Santo derrama sua luzes sobre a Virgem. Em sua cabeça vemos 12 estrelas. Um dos anjos entrega-lhe uma faixa com nós grandes e pequenos, separados e juntos. Estes nós simbolizam o pecado original e nossos pecados cotidianos, que impedem de a graça frutificar em nossas vidas. Na parte inferior do quadro vemos que a faixa cai livremente e que um nó está desatado. Há um anjo, um homem e um cachorro que dirigem-se à uma igreja. Parece ser uma referência ao livro de Tobias (6,13) onde este empreende uma longa e penosa viagem quando conhece Sara que já casara sete vezes e que na noite de núpcias seus maridos morriam devido a um demônio que dela se enamorara. Tobias casa-se com ela e volta à casa de seu pai. Isto significa que há de se desatar primeiro os nós para que dois corações venham se encontrar.

Assim, Nossa Senhora Desatadora dos Nós é invocada como aquela que nos ajuda a tirar todos os males de aflições que nos escravizam e nos tornam infelizes e pessimistas, dando-nos a verdadeira liberdade que só seu Filho Nosso Senhor Jesus Cristo pode nos dar.

A pintura não demorou a se tornar objeto de culto dentro dos limites de Augsburg e depois se espalhando pelo mundo.

Em nossa paróquia temos Novena de Nossa Senhora Desatadora dos Nós no Santuário Sagrado Coração de Jesus todas as quintas-feiras às 20 horas.

São cada vez mais numerosos os testemunhos de pessoas que, tendo pedido ajuda a Maria Desatadora dos Nós, receberam benefícios e graças espirituais.

Muitas pessoas experimentaram concretamente o “desatamento” desses nós que provocam dor e sofrimento, e pelos quais se dirigiram a Maria, pedindo-lhe ajuda humildemente, como quem se dirige a uma mãe amorosa e solícita com relação aos próprios filhos em dificuldade.

Desde que o Papa Francisco foi eleito, esta devoção se tornou imediatamente muito mais popular e querida pelos fiéis do mundo inteiro.

Quando o então cardeal Bergoglio começou a divulgar a imagem de Maria Desatadora dos Nós em sua diocese, foi o padre argentino Juan Ramón Celeiro (pároco de San Juan Bautista, na periferia de Buenos Aires) quem, em 1998, escreveu a primeira novena a Maria Desatadora dos Nós para os seus paroquianos, obtendo o imprimatur do arcebispo de Paris em 2008.

A novena se espalhou lentamente em diversos países do mundo e hoje já foi traduzida a muitos idiomas, com diversas versões.

Por meio desta novena particular, pede-se a intercessão de Maria para que Ela desate um nó particular que provoca grandes sofrimentos.

Os nós são as pequenas ou grandes “cruzes” da vida, podem ser os pecados, as doenças do corpo e da alma, as situações de divisão, a dificuldade de aceitar a vontade de Deus, as dificuldades da vida cotidiana (família, trabalho, relações pessoais, inquietudes econômicas e sociais, as injustiças e humilhações sofridas, a incapacidade de perdoar e amar etc.). Durante toda a novena, a pessoa reza para que esse nó concreto seja desatado.

Oração de Nossa Senhora Desatadora dos Nós

Virgem Maria, Mãe do belo e puro amor, Mãe que jamais deixa de vir em socorro a uma filha ou filho aflito, Mãe cujas mãos não param nunca de servir suas filhas e filhos amados, pois são mãos movidas pelo amor divino e a imensa misericórdia que existem em teu coração. Volta o teu olhar compassivo sobre mim e vê o emaranhado de nós que existe em minha vida.

Tu bem conheces o meu desespero, a minha dor e o quanto estou amarrado por causa destes nós.

Maria, Mãe que Deus encarregou de desatar os nós da vida dos seus filhos, confio hoje a os nós da minha vida em tuas mãos.

Ninguém, nem mesmo o maligno poderá tirá-la do teu precioso amparo. Em tuas mãos não existe nó que não poderá ser desfeito.

Mãe poderosa, por tua graça e teu poder intercessor junto a Teu Filho e Meu Libertador, Jesus, recebe hoje em tuas mãos todos os meus nós

( ……… faça o seu pedido ……… )

Peço-te para desatá-los para a maior glória de Deus, e por todo o sempre.

Vós sois a minha esperança que não falha.

Ó Senhora, mãe de Deus em minha mãe, sois a minha única consolação dada por Deus, a fortaleza das minhas fracas forças, a riqueza das minhas misérias, a liberdade, com Cristo, das minhas cadeias.

Ouve ó Mãe amada, a minha súplica, guarda-me, guia-me, protege-me, ó meu refúgio seguro!

Maria, Desatadora dos Nós, roga por mim a Deus!

Amém!

Comente